Diabetes e hipoglicemia

Monitorização contínua da glicose – sistema Flash: o nos que dizem as curvas e retas

Os sistemas de monitorização contínua de glicose têm sido uma revolução no manejo dos níveis glicêmicos nos portadores de diabetes. Nesse post, serão detalhados alguns aspectos de resultados do Sistema Flash de Monitoramento da Glicose (FreeStyle Libre).

Esse sistema de monitorização contínua de glicose, um sensor  dura em média 14 dias. A medida da glicose intersticial pode ser obtida a qualquer momento pela aproximação do sensor ao leitor. Independentemente das leituras por aproximação, as medidas de glicose são continuamente armazenadas no leitor.

freestyle
Sistema Flash

O resultado dessa leitura contínua pode ser visualizado através de gráficos no próprio leitor ou relatórios dos resultados baixados no programa do fabricante.

Um dos gráficos mais úteis é o que resulta da sobreposição dos valores de glicemia dos 14 dias para construir um relatório dos padrões diários com perfil de glicose ambulatorial ou AGP (do inglês – Ambulatory Glucose Profile). Fig 1

Fig 1. Exemplo de gráfico de padrões diários (AGP).

 

O AGP fornece:

  • Glicemia média diária, que a partir da qual estima-se a HbA1c por uma fórmula matemática

Dividindo-se a amplitude entre o maior e o menor valor ao longo do dia em 4 partes (quartis), obtemos 3 tipos de curvas:

  • Quartil 1 que corresponde à curva do percentil 25 – 25% das valores estão abaixo dessa curva e 75% acima
  • Quartil 2 que corresponde à curva do percentil 50 ou mediana –  divide metade das medidas para cima e para baixo, representada pela curva escura central (Fig 2)
  • Quartil 3 que corresponde à curva percentil 75 –  25% dos valores estão acima
AGP 2 mediana
Fig 2. Curva representativa da mediana das medidas de glicose

O intervalo interquartílico abrange a área onde estão 50% dos valores da glicemia, representado pela área azul escura (Fig 3). É um dos parâmetros que pode ser utilizado para a avaliação da variabilidade glicêmica. Se toda área azul estiver contida nos limites definidos como alvo (retas superior e inferior), teremos que 50% dos valores glicêmicos encontram-se dentro do esperado.

AGP 2 IIQ
Fig 3. Representação dos percentis 25 e 75 e intervalo interquartílico

Ainda temos nos gráficos, há a representação de dois mais dois percentis:

  • Curva do percentil 90 – 90% dos valores está abaixo dessa curva e 10% acima. A área azul clara superior representa os valores entre o percentil 75 e 90.
  • Curva do percentil 10 – 10% das valores estão abaixo dessa curva. A área azul clara inferior representa os valores entre o percentil 10 e 25. Fig 4
AGP 2 10
Fig 4. Representação dos percentis 10 e 90

O intervalo entre esses dois percentis abrange 80% dos valores dos valores de glicemia. Em outras palavras,  se toda área entre as inferior e a superior 80% dos valores estarão dentro da área das retas que limitam os alvos definidos (área hachurada). Fig 5

Fig 5. Representação da mediana e diversos percentis

 

Quanto maior a amplitude entre essas curvas, maior a variabilidade glicêmica. Da mesma forma, que quanto menores essas áreas menor a variabilidade. A variabilidade glicêmica é por muitos autores considerada como um fator de risco para complicações do diabetes.

Por exemplo, a variabilidade abaixo da mediana é considerada baixa quando os valores entre essa e o percentil 10 é menor que 35mg/dL.

Assim que definido os valores de glicemia mínima e máxima para cada pacientes ainda temos o tempo e a percentagem dentro, acima e abaixo dos alvos propostos. Esses parâmetros vêm sendo muito valorizados quando se fala em bom controle glicêmico, embora não há um consenso qual seria o valor ideal.

O tempo no alvo vem sendo muito comentado ultimamente como um critério de controle da glicemia mais preciso que a hemoglobina glicada. Fig 6

De qualquer forma, ao longo do tratamento, esses números podem ser avaliados comparativamente para um mesmo indivíduo, objetivando que as curvas estejam o maior tempo possível entre as retas dos alvos. O tempo de medidas abaixo do alvo é também outro importante dado que pode ser analisado, a fim de desenvolver estratégias a fim de minimizar a hipoglicemia.

avaliação contínua da glicose com tempo no alvo

Dois indivíduos que tenham uma mesma HbA1c, que corresponderia a uma mesma mediana de glicemia, podem ter valores muito diferentes no que se refere à variabilidade glicêmica, tempo dentro dos limites glicêmicos estabelecidos e também a dimensão dos episódios de hipoglicemia. O sistema de monitorização contínua ajuda a revelar se uma HbA1c no alvo representa também um controle glicêmico estável.

Além da comodidade para os usuários, as novas tecnologias trazem mais informações para as tomadas de decisões em relação ao tratamento dos portadores de diabetes, visando um melhor controle da sua glicemia. Como sempre, não pode de ser mencionando que essa e outras novas ferramentas devem sempre ser acompanhadas pela educação em diabetes e pela capacitação do portador de diabetes na tomada de decisões frente às suas medidas de glicemia.

Referência:

http://www.freestylelibrepro.us/

 

 

 

 

Gostou do conteúdo desse blog? Compartilhe com seus amigos!
  • 323
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    323
    Shares