Outros temas

Tomar antidepressivo é para os fracos? Depressão existe ou é “frescura”?

Embora alguns pensem assim, tomar antidepressivo não é coisa de pessoas fracas e depressão não é “frescura”, como mostro neste artigo. A depressão é um transtorno que mostra a complexidade da psicologia humana e a sua relação com o biológico.

Assim sendo, pacientes com depressão podem ter alterações claramente biológicas, como desequilíbrio de neurotransmissores (substâncias que fazem a comunicação entre neurônios), inflamação, ativação imunológica, estresse oxidativo e diminuição de regiões cerebrais (Leonard & Maes, 2012; Koolschijn e cols., 2009). Esta última alteração se dá em regiões do cérebro responsáveis pelo processamento de emoções e regulação de estresse, como o hipocampo. Muito provavelmente, as regiões cerebrais não estão diminuídas por uma redução do número de neurônios. A hipótese mais plausível é que haja uma diminuição das sinapses, que são as conexões entre os neurônios (Czéh e Lucassen, 2007).*

Complementando os estudos que sugerem diminuição de sinapses na depressão, há evidência de que os antidepressivos aumentem o número dessas sinapses. Os antidepressivos aumentam a proliferação de vasos sanguíneos e a vascularização de uma região do cérebro chamada hipocampo (Boldrini e cols., 2012). Esse é possivelmente um primeiro passo, que leva ao aumento dos níveis de fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF); o aumento de BDNF após uso de antidepressivos foi relatado por muitos estudos (Gonul e cols., 2005). O BDNF por fim, atua proliferando as conexões neuronais (Park e Poo, 2013).

Portanto, as evidências dos estudos em depressão e o seu tratamento apontam para uma grande complexidade biológica e enfraquecem a hipótese de uma “fraqueza” pessoal.

*Esta capacidade de modificação das sinapses, chamada neuroplasticidade é discutida no começo do meu artigo neste link (em inglês).

Envie perguntas e sugestões para rafaeldesousablog@yahoo.com

Gostou do conteúdo desse blog? Compartilhe com seus amigos!
  • 320
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    320
    Shares

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.