Metabolismo ósseo, Metabologia

Hipoparatiroidismo: o que é, e o que há de novo

Hipoparatiroidismo é uma condição na qual não há quantidade suficiente do hormônio paratiroidiano, paratormônio ou PTH, que é produzido pelas glândulas paratiroides. As paratiroides são quatro glândulas do tamanho de uma ervilha, localizados junto à tiroide.

Quando os níveis de cálcio caem, o PTH tenta trazer elevar o cálcio para níveis normais pela sua mobilização a partir do osso, rim e intestinos para dentro da corrente sanguínea.

O hipoparatiroidismo pode ser causado pela destruição das glândulas durante cirurgias da tiroide, garganta ou pescoço. Às vezes, uma ou mais glândulas são removidas quando há produção exagerada de PTH (hiperparatiroidismo). O hipoparatiroidismo também pode ser hereditário. Outras causas incluem:
• Doença autoimune (quando o sistema de defesa do organismo ataca as próprias células;
• Radiação na cabeça ou pescoço
• Baixos níveis de magnésio no sangue
Sem quantidade suficiente de PTH, os níveis de cálcio no sangue podem cair e os níveis de fósfofo podem aumentar, resultado em problemas para saúde.

O tratamento do hipoparatiroidismo é realizado através da suplementação de cálcio e vitamina D ativa. Pode ser agudo e transitório, principalmente após cirurgias.

Nos casos mais graves de hipoparatiroidismo definitivo, em que o tratamento com cálcio e vitamina D não são suficientes, a administração injetável por via subcutânea de uma nova forma de PTH recombinante (PHT-RT) foi eficaz em normalizar os níveis de cálcio. Essa nova formulação foi aprovada há mais ou menos um ano nos Estados Unidos pela agência reguladora (FDA), sendo idêntico ao PTH produzido no organismo, com 84 aminoácidos na sua estrutura. Esse novo medicamento é indicado apenas nos casos que não tem resposta adequada ao tratamento padrão, pois pode aumentar o risco de câncer ósseo (osteosarcoma) e não foi estudado nos casos de hipoparatiroidismo agudo pós-cirúrgico.

Vale a pena lembrar que o PTH recombinante, teriparatida, aprovado no Brasil é para o tratamento da osteoporose e contém apenas os primeiros 34 aminoácidos: PTHrh (1-34).

Sobre o cálcio fósforo:

O cálcio é um mineral estocado nos ossos onde faz parte da sua estrutura e mantem a resistência do osso. É também encontrado em qualquer parte do corpo. Ajuda a contração muscular, e a manutenção do funcionamento normal dos nervos e do cérebro, além de regular o ritmo cardíaco e pressão sanguínea.

O fósforo é um mineral encontrado em todas as células, mas estocado principalmente nos ossos. Ajuda o corpo a usar alimento como energia. Também ajuda no funcionamento adequado dos rins, músculos, coração e nervos.

A vitamina D também participa do metabolismo do cálcio e também regula a produção de PTH. Quando a vitamina D está baixa, há menos absorção de cálcio e consequentemente queda dos níveis de cálcio no sangue, com isso, há maior liberação de PTH.

vitamina-d

Referências:

http://www.fda.gov/NewsEvents/Newsroom/PressAnnouncements/ucm431358.htm
https://www.natpara.com
https://www.lilly.com.br/Inserts/Patients/Bula_Forteo_Colter_Pen_Pac_CDS18ABR07.pdf

Gostou do conteúdo desse blog? Compartilhe com seus amigos!
  • 308
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    308
    Shares