Os exames nas doenças da tireoide

A tireoide, ou tiroide, é governada pela glândula lllpituitária ou hipófise, um órgão que está na base do crânio e tem um tamanho de uma ervilha.
A tiroide tem forma de borboleta e está localizada na frente do pescoço.

O hipotálamo e a hipófise percebem a quantidade de hormônio produzido pela tiroide (T3 e T4), e secretam o mais ou menos hormônio que estimulam a tiroide a produzir seus hormônios: o TRH e TSH ou hormônio tireoestimulante.

Quando há pouco hormônio tiroidiano sendo produzido (T3 e T4) por funcionamento deficiente da tireoide, a hipófise entende que é preciso estimulá-la mais, aumentando a produção de TSH. O contrário acontece quando há muito hormônio tiroidiano circulante (o TSH diminui), nos casos em que a tiroide começa a secretar hormônio em excesso.

Dessa forma, o hipotiroidismo primário (por defeito na tiróide) tem como característica: TSH alto, T3 e T4 baixos.

Há casos também de hipotiroidismo cujo defeito não está na tiroide, e sim na hipófise ou hipotálamo. Esses casos são denominados hipotiroidismo secundário e terciário respectivamente.

A presença de nódulos de tiroide não necessariamente estão associados à alteração na função da tiroide.

Já no hipertiroidismo primário, o TSH é baixo e o T3 e T4 são altos.

Na prática clínica, é dosado o TSH e o T4 livre (um fração do T4) para diagnóstico das doenças tiroidianas.

Abaixo temos um diagrama explicando as regulação dos hormônios

Regulação da produção dos hormônios tiroidianos pela hipófise
Caso os exames de tiroide estejam alterados, é importante descartar se eles foram colhidos na vigência do uso de biotina. O ideal é suspender o uso dessa vitamina 72h antes da coleta de sangue.
A dosagem dos hormônios da tiroide e hipofisário classifica a disfunção da tiroide em primária ou secundária. De longe a primária é mais comum. A causa pode ser autoimune, como na Tiroidite de Hashimoto e Doença de Graves.

O tratamento depende dos níveis hormonais e presença de anticorpos circulantes.

Mesmo entendendo todas essas regulações, alguns casos de interpretação não são tão óbvios. O médico que solicitou esses exames deve ser sempre consultado. Se houver maiores dificuldades, um endocrinologista pode ser acionado.

Obrigada por chegar até aqui. Espero que continue explorando o blog.
Não sei se você percebeu, mas não há anúncios em nenhuma das minhas páginas. Optei por assim deixar para tornar sua leitura mais agradável.

Todo conteúdo é gratuito! Contudo, se você deseja contribuir com o meu trabalho para que ele se mantenha e evolua, ou como forma de agradecimento, doe qualquer valor clicando aqui ou no botão abaixo.

Se você não tem como ou não deseja fazer uma doação, não tem problema! Há outras formas contribuir, como deixando o seu like, comentário ou compartilhando esse conteúdo.

Mais uma vez, obrigada!

Suzana

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.